6 de janeiro de 2010

Manto de luz


Manto de luz

Manhã submersa
no teu manto de luz

Envolves-me ternamente
nesse teu brilho cristalino,
irradiando etéreos filamentos.

Respiro lentamente o teu aroma,
inalo profundamente a tua fragrância,
absorvendo a tua sublime essência...

Preenches-me por completo,
nessa tua imensurável beleza,
inebriando por inteiro este Ser.

Homem na plenitude,
imerso em Ti...

Helder Magalhães in Na fúria do nós

0 comentários:

Enviar um comentário