19 de junho de 2014

há um poema que não escrevo.....


há um poema que não
escrevo, apenas o devo
ao silêncio entre
os teus olhos
e os meus olhos.
é um poema a florescer
açucena, das raízes
às tuas mãos pelas minhas
mãos.


Helder Magalhães

0 comentários:

Enviar um comentário